quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Ainda Bem Que Você Existe!






Ainda bem que você existe
Tornando minha vida mais alegre
Meu jardim muito mais florido
E dando a cada amanhecer um toque especial

Ainda bem que você existe
Com toda sua formosura e graça
Que com sua voz de anjo me alcança e me acalma
Trazendo tanta paz ao meu coração

Ainda bem que você existe
Meu anjo de luz
Pérola de inigualável valor
A joia mais preciosa de todo universo

Que faz parte da minha vida
E completa minha alma
A fazendo transborda de prazer
Desejando todos os dias estar apenas com você

Mas, não apenas os dias de uma vida
E sim todos os dias de uma eternidade
Em um laço forte quero estar atado a você
Em um sincero amor e com toda cumplicidade

Ainda bem que você existe!
Brilho do meu amanhecer
Estrela do céu do meu coração
Alegria plena do meu viver

Ainda bem que você existe!
E insisto em tudo que disse
Ainda bem!
Ainda bem que você existe!



Breve Comentário

Minha foto
Comecei com meus primeiros escritos por volta de 1988. Uma forma que encontrei para traduzir uma parte de meus pensamentos e sentimentos, pondo para fora assim algumas questões de meu coração. No decorrer dos anos, os pensamentos foram modelados e o coração domado, inserindo assim a cada sentimento e a cada pensamento um tom mais poético. Aproximadamente em 1999 comecei a trabalhar em uma história, que a partir de 2004 passei a chama-la de “Universo” devido à grande semelhança do universo com a mente humana. Ambos são infinitos e se conhece pouco sobre eles. Em 2008, 20 anos após meus primeiros versos, lancei na XX Bienal Internacional Do Livro De São Paulo a segunda parte da saga “Universo”, intitulada como Lais Stone. Neste blog procuro compartilhar um pouco do que escrevo, versos e pensamentos, e alguns registros em fotos. Obrigado pela visita, e seja bem-vindo a esta Galáxia.