sábado, 2 de maio de 2015

Cavalo Branco





Ainda me lembro do cavalo branco em que juntos cavalgávamos
E que passávamos por tantas Galáxias
Parecia que seria pra sempre
E que aquele seria nosso destino
Cavalgar por entre as estrelas
Desbravando por completo o Universo

Mas a vida também voa
E voa pelas asas do tempo
Sempre rumo ao futuro

Roubando o tom de nossos cabelos
Ofuscando o brilho de nossos olhos
Roubando pouco a pouco nossas forças
Apenas nos deixando lembranças

De quem fomos e tudo o que fizemos um dia
E expondo toda uma bagagem adquirida
Por alguém que começou sem nada
E que hoje carrega um pesado fardo

Consequência das muitas Galáxias já percorridas
Onde as asas foram perdendo força
E o voo altitude
E a vida pouco a pouco foi escorrendo pelos dedos

O desejo de a reter era grande
Mas, quem pode a segurar?
Quando os muitos anos pesam
Na vida de um avô, de um bisavô

Que olhando sua descendência
Percebe que já foi longe
Mas tão longe
Que seus olhos mau podem ver

O brilho da luz de cada sorriso
Um pouco da história que ajudou a escrever
E uma parte da história que irão contar
Quando na voz não houver mais forças para as histórias

E a vida pedir por uma despedida
Sem um ultimo voo no cavalo
Que também já sem forças pede um descanso

Em uma das muitas Galáxias que já percorreu

Breve Comentário

Minha foto
Comecei com meus primeiros escritos por volta de 1988. Uma forma que encontrei para traduzir uma parte de meus pensamentos e sentimentos, pondo para fora assim algumas questões de meu coração. No decorrer dos anos, os pensamentos foram modelados e o coração domado, inserindo assim a cada sentimento e a cada pensamento um tom mais poético. Aproximadamente em 1999 comecei a trabalhar em uma história, que a partir de 2004 passei a chama-la de “Universo” devido à grande semelhança do universo com a mente humana. Ambos são infinitos e se conhece pouco sobre eles. Em 2008, 20 anos após meus primeiros versos, lancei na XX Bienal Internacional Do Livro De São Paulo a segunda parte da saga “Universo”, intitulada como Lais Stone. Neste blog procuro compartilhar um pouco do que escrevo, versos e pensamentos, e alguns registros em fotos. Obrigado pela visita, e seja bem-vindo a esta Galáxia.