domingo, 10 de abril de 2016

Ouro







Sempre me lembrarei de você
O tempo não roubará isto de mim
Você não será mais uma página virada
Ou mais uma página apagada da memória

Cada coisa que passamos
Cada momento que vivemos
E tudo o que dividimos
Será guardado com todo carinho
No mais íntimo do coração

Parte de um tesouro que estará comigo
Onde quer que eu esteja ou vá
E que ninguém poderá me tirar

Pois nada me roubará estas lembranças
Nem as páginas viradas da infância
Nem as páginas viradas da juventude
E nem as páginas que se viram dia a dia

Que um dia você ocupou um lugar especial em minha vida
Que foi uma estrela de brilho intenso em meu coração
E que partilhamos tantos momentos maravilhosos
Mais valiosos que um tesouro que atiça qualquer cobiça
Pondo pessoas com todas as forças a o procurar

Mas que nós encontramos e dividimos
Em partes iguais enquanto dividíamos a vida
E o brilho que havia em nossos olhos
Arrancava dos corações tantos sorrisos

Sorrisos estes que alegravam a alma
Fazendo a vida valer a pena
E mesmo com o pouco que possuíamos
Nos tornavam as pessoas mais ricas da Galáxia

Porquanto representávamos tudo um para o outro
E a força com a qual caminhávamos não se esgotava
Mesmo dando fortes sinais para isto
Que mesmo com um brilho tão intenso
Esta estrela estava prestes a se apagar




                                                    By Will Aflagal

Breve Comentário

Minha foto
Comecei com meus primeiros escritos por volta de 1988. Uma forma que encontrei para traduzir uma parte de meus pensamentos e sentimentos, pondo para fora assim algumas questões de meu coração. No decorrer dos anos, os pensamentos foram modelados e o coração domado, inserindo assim a cada sentimento e a cada pensamento um tom mais poético. Aproximadamente em 1999 comecei a trabalhar em uma história, que a partir de 2004 passei a chama-la de “Universo” devido à grande semelhança do universo com a mente humana. Ambos são infinitos e se conhece pouco sobre eles. Em 2008, 20 anos após meus primeiros versos, lancei na XX Bienal Internacional Do Livro De São Paulo a segunda parte da saga “Universo”, intitulada como Lais Stone. Neste blog procuro compartilhar um pouco do que escrevo, versos e pensamentos, e alguns registros em fotos. Obrigado pela visita, e seja bem-vindo a esta Galáxia.