domingo, 7 de maio de 2017

Para Sempre


Sempre que penso em você
As memórias me são de um alguém inesquecível
Algo que vão bem além de lembranças guardadas
De tantas pessoas
Que nos lembramos delas vez por outra

Mas você se faz em um lugar especial
Dentro do mais íntimo do meu coração
Me trazendo tantos pensamentos bons
E lembranças que plantam em meu ser saudades
Porque me são lembranças boas, todas elas

Lembranças de dias memoráveis
Que me fazem pensar em você com carinho
Por tudo o que você tem sido
E representado para mim

E não poderia ser diferente
Pois você é uma pessoa singular
Que inspira paz à minha alma
Dando tranquilidade ao meu espirito

Sua presença cria um ar de magia
Gerando harmonia em tudo ao redor
Tornando cada segundo tão precioso
Dentro deste tempo dividido com você

Digo entre tudo sobre o brilho de cada estrela
Que a história que temos escrito juntos
É algo que o tempo jamais apagará
E que jamais será algo do passado
Por maior que seja o tempo decorrido

Porque são linhas escritas estas com sinceridade
Regadas com as palavras mais honestas
Sem nenhum tipo de rasura para correção
Nada que seja necessário mudar
Porque em cada linha se expressa em carinho

Cada linha é escrita com amor
Formando assim um laço
Que a cada dia é fortalecido
Independente das circunstancias
Porque não é feito de ocasião

Mas laço este
Que surgiu pela sinceridade
E se tornou pelo carinho
Um laço forte e firme




                                                    By Will Aflagal

Nenhum comentário:

Breve Comentário

Minha foto
Comecei com meus primeiros escritos por volta de 1988. Uma forma que encontrei para traduzir uma parte de meus pensamentos e sentimentos, pondo para fora assim algumas questões de meu coração. No decorrer dos anos, os pensamentos foram modelados e o coração domado, inserindo assim a cada sentimento e a cada pensamento um tom mais poético. Aproximadamente em 1999 comecei a trabalhar em uma história, que a partir de 2004 passei a chama-la de “Universo” devido à grande semelhança do universo com a mente humana. Ambos são infinitos e se conhece pouco sobre eles. Em 2008, 20 anos após meus primeiros versos, lancei na XX Bienal Internacional Do Livro De São Paulo a segunda parte da saga “Universo”, intitulada como Lais Stone. Neste blog procuro compartilhar um pouco do que escrevo, versos e pensamentos, e alguns registros em fotos. Obrigado pela visita, e seja bem-vindo a esta Galáxia.